Tributo aos Minorcas…

A vida é feita de tributos às pessoas que nos são mais estimadas (queridas) e assim sendo deixo aqui mais um para os Minorcas e para os seus pais…


Ainda Não Ambicionava Rir Intensamente Tentando Abafar Permanentemente Esse Riso Escondido Inteligentemente Ri Abertamente,

Dando Esta Novidade Insisti Surpreender Pessoas Outrora Perdidas,

És Rio Infantil Caído Ante Brincos Encontrados Resguardados Numa Arca Religiosamente DOurada,

Gritaste Onde Nunca Colheste Algum Loiro Ou Santidade Antes Neste Tonto Outrora Ser,

Grita Ou Nunca Conseguiras Alcançar Louvores Ou Capacidades Onde Rendeste Recordações Entre Intenções Ambicionadas,

Inventaste Novos Egos Sempre Com Alguma Lentidão Deste Ergo Investimento Recordado Ambiciosamente,

Jovens Onde Ambição Ombreia Brilhando Antes Recorrendo Ante Tarefas Empenhadas Infantis Reconhecendo Orgulho,

Jamais Ontem Ambicionei Obter Glória Inteligentemente Lograda,

Manter Ante Reconhecimento Intensamente Agora Nunca Alcançado Inovei Novas Aventuras Com Inóspita Ousadia,

Perdi-me Entre Diabruras Reconhecidas Outrora Contra Revertidos Uivos Zangados,

Tentei Ante Novas Interventivas Angústias Perder-me Instigando Novas Glórias Ultimamente Erguidas Longamente Ovacionadas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: